Resenha: Manifesto – Hempadura

Breve histórico: Hempadura é um quarteto gaúcho de rock/metal formado em 2013. Chamam a atenção pela música agressiva e pelas letras politizadas e cheias de críticas sociais, políticas e econômicas.

Reprodução da capa do álbum (© Hempadura)

Reprodução da capa do álbum (© Hempadura)

Depois de um primeiro álbum matador, o Hempadura volta com um segundo round de porradas musicais, desta vez carimbadas com uma curiosa capa cheia de caricaturas que vão de Enéias ao atual Dalai Lama. O single escolhido para começar a divulgar o petardo foi “Teoria da Conspiração Aplicada”, que rendeu um vídeo divertido, apesar de haver faixas com muito mais força.

Falo, por exemplo, da própria abertura “Capital”, que já começa os trabalhos sem formalidades. Ou de “Proletariado”, com cujo tema o público todo se identificaria de imediato. E eu prefiro nem imaginar que vídeo sairia da faixa “Rola”. Mas a alma do Hempadura, que é o que importa, continua presente aqui: instrumental forte, letras diretas e coesão entre os membros. É como um El Efecto com mais peso e menos poesia.

As letras de Manifesto voltam a passar por temas diversos: economia (“Capital”, “Bagatela”, “Proletário”), família (“P.A.I.”, “Mãe Me Perdi”, “Merda Jr.”) e sociedade (“Prevalecerá”). Há espaço também para o humor em “Rola”, com o profundíssimo verso “minha voz é fina, mas a rola é grossa – o que importa é que a sua esposa/mãe/irmã é que gosta”. Tudo isso aberto e fechado por um complexíssimo riff de teclado.

Apesar de não haver surpresas ao estabelecer uma comparação com o Mercado da Morte, a produção do álbum evidencia a evolução do quarteto. Os instrumentos estão mais límpidos e a mixagem valoriza melhor o trabalho de cada um. Outro destaque de Manifesto são os samples e participações de outras duas granes bandas portalegrenses recentes na faixa “Prevalecerá”: Eu Acuso e Sintomas Clã.

Nota = 8. Eu disse que para ouvir o primeiro álbum do Hempadura era necessário ter estômago. Partindo do pressuposto de que você já está calejado depois de dois anos, recomendo somente que você apure bem os ouvidos e curta o som. Lamente apenas que eles ainda não tenham atingido um público mais encorpado.

Abaixo, o vídeo de “Teoria da Conspiração Aplicada”:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s