Resenha: Multi_Viral – Calle 13

Breve histórico: prestes a completar uma década de vida, a dupla Calle 13, formada pelos meio-irmãos Residente (René Pérez Joglar) e Visitante (José Cabra Martínez) já é um dos grupos mais relevantes da América Latina, o que é comprovado pelos 19 Grammy Latinos que ganhou – um recorde – e os três Grammys. A dupla combina dois elementos bem explosivos musicalmente: um vocalista/letrista capaz de criar as mais ácidas, profundas e inteligentes rimas (Residente) e um multi-instrumentista/compositor habilidoso e sempre em busca de novos sons para sua música (Visitante). Ocasionalmente, pode-se dizer que a banda é um trio, uma vez que um terceiro membro da família, a irmã Ileana Cabra Joglar (PG-13) também costuma participar como vocalista.

Reprodução da capa do álbum (© El Abismo)

Reprodução da capa do álbum (© El Abismo)

3,5 anos separam Multi_Viral de seu antecessor Entren los Que Quieran, que se mostrou um marco na carreira do Calle 13, evidenciado pelos inúmeros prêmios conquistados e aparições nas paradas, tanto do disco em si quanto de seus múltiplos singles. Certos grupos podem se sentir pressionados pelo sucesso de um disco, forçando-se a produzir algo melhor. Não foi o que aconteceu com o Calle 13. O que se vê, ou melhor, se ouve aqui, é apenas uma banda seguindo seu caminho natural, sem afobação e sem enrolação.

O álbum abre com “Intro – El Viaje”, uma serena melodia nas seis cordas por Visitante e acompanhada pelas primeiras linhas do livro El Viaje, do escritor uruguaio Eduardo Galeano – declamadas pelo próprio! A faixa segue para “Respira el Momento”, que de tão épica e empolgante, poderia ser considerada uma segunda introdução, e sem dúvidas, uma ótima escolha para abrir o disco.

Vem então um breve interlúdio de nome curioso: “Un Buen Día Para Morir”, marcado por uma percussão simples e um canto aparentemente indígena. Este desemboca em “El Aguante”, o segundo single divulgado. Estruturada por melodias e ritmos irlandeses, a faixa enumera uma série de conflitos, guerras, regimes e ditaduras que a humanidade teve de “aguentar” – daí o nome.

A faixa seguinte, “Ojos Color de Sol”, é uma colaboração com o cantor cubano Silvio Rodríguez. Meio romântica, meio crítica, a faixa é morna, mas mostra a capacidade do grupo de intercalar momentos agressivos e sérios com melodias gentis.

Eis que vem um dos momentos mais importantes do disco: a faixa-título, com a participação do guitarrista Tom Morello (Rage Against the Machine), a cantora palestina Kamilya Jubran e o fundador do WikiLeaks Julian Assange. Sim, ele mesmo. Participou da faixa com um breve discurso gravado na embaixada do Equador na Inglaterra, onde o jornalista está asilado há meses.

Como não pode faltar em qualquer álbum do Calle 13, a faixa “Cuando los Pies Besan el Piso” vem para fazer as vezes de música dançante. A própria letra conclama o ouvinte a “bater com o pé bem forte no chão até despertar seus tataravós”.

Vem então uma das faixas mais fortes do disco: “Adentro”, na qual Residente põe o dedo na cara dos chamados “gangsta rappers”, aqueles que fazem músicas de adoração ao ouro e às armas. Ao mesmo tempo, critica a si mesmo, tornando público seu arrependimento por ter xingado Luis Fortuño em 2009 (na época, ele era o governador de Porto Rico) e por ter comprado uma Maserati usada quando começou a fazer sucesso com o Calle 13. No vídeo da faixa, jovens de Porto Rico são mostrados jogando suas armas e correntes de ouro dentro do carro, que depois é destruído pelo próprio Residente com um taco de beisebol cedido pelo ídolo do esporte Willie Mays.

A nona faixa é mais um interlúdio, que leva o nome “Stupid Is as Stupid Does”. Um discurso inflamado do ator e dublador colombiano-estadunidense John Leguizamo é proferido sobre uma leve melodia no violão e nos metais. O discurso de certa forma harmoniza com a faixa seguinte, “Los Idiotas”. Mais uma vez, a dupla mostra como uma melodia infantilizada e uma letra aparentemente boba podem passar uma mensagem bastante séria e pertinente.

Entrando na reta final do disco, “Fuera de la Atmosfera del Craneo”, parece uma prima de “John el Esquizofrénico”, faixa do disco Los de Atrás Vienen Conmigo. A letra, bem imaginativa e psicodélica, parece ter saído da cabeça de uma criança.

Em “Perseguidos”, a banda desbrava o terreno do reggae, até então inexplorado por eles. Numa faixa que atrairá a atenção dos fãs de Bob Marley, o grupo traz um dos seus trabalhos mais originais e interessantes até então, com a ajuda do cantor francês Biga Ranx, que faz aqui uma participação.

A versatilidade do grupo vira até tema de música em “Gato Que Avanza, Perro Que Ladra”, na qual Residente exalta a diversidade musical da banda (“A Calle 13 é transexual, é a mistura de mais de um gênero musical”) e ironiza um dos principais recursos argumentativos conservadores: o de que ser de esquerda pressupõe fazer voto de pobreza e viver desprovido de tecnologias.

Fechando o álbum, duas faixas mornas, com letras menos diretas e mais poéticas: “Me Vieron Cruzar” e “Así de Grande Son las Ideas”.

Mesmo que não seja tão impactante, diverso e ácido que o antecessor Entren los Que Quieran, Multi_Viral alcança o mesmo patamar pela proposta e pela estratégia. Conforme Residente afirmou em entrevista ao The New York Times, a ideia é que as pessoas carreguem as músicas do disco na internet e espalhem-nas: como um vírus.

Fica uma ressalva, contudo: em 2013, Residente convidou seus fãs a enviarem raps sobre uma batida que ele disponibilizou no SoundCloud. Os arquivos enviados seriam usados em uma música nova da banda. A pergunta é: cadê? Os trabalhos dos fãs parecem ter sido em vão, uma vez que nenhuma das faixas apresenta trechos enviados por seguidores da dupla.

Nota = 8,5. Reafirmando sua relevância e aprofundando seus conhecimentos de música latina e mundial ao mesmo tempo em que não deixa a picância de suas letras diminuir, a dupla Calle 13 segue sendo talvez o grupo mais importante de Porto Rico desde Menudo, e estabelece-se como porta-voz da esquerda latino-americana – ainda que eles provavelmente rejeitem tal rótulo.

Abaixo, o vídeo da faixa-título:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s